Header Ads

Header ADS

COMO A POSTURA CORPORAL PODE INFLUENCIAR NA SUA LOCUÇÃO


Você sabia que a sua postura corporal pode influenciar na voz, no bom desenvolvimento da sua locução?
É comum, independente da profissão, as pessoas se assentarem, andarem e permanecerem com uma postura errada. Adaptar-se e corrigir esse erro não é apenas para ficar mais confortável, se trata da saúde do seu corpo.
Para que os sistemas do corpo humano (respiratório, digestório, nervoso etc) exerçam satisfatoriamente suas funções é necessário uma boa postura corporal.
Quando falamos em corpo saudável estamos falando automaticamente da saúde vocal. Portanto, a boa postura está ainda mais relacionada com as profissões que utilizam a voz como ferramenta de trabalho do que você imagina.
Para que a produção da voz ocorra de forma eficiente e sem esforço é preciso tomar alguns cuidados, especialmente no momento da fala.
Durante uma transmissão é recomendável que:
  • Mantenha o abdômen livre de pressão, para não comprometer a respiração;
  • Procure uma posição confortável;
  • Tenha o microfone em uma altura adequada. O indicado é um palmo ou 20 centímetros distante da boca. Se não for possível deixá-lo nessa posição, é melhor que seja utilizado na mão;
  • Alongue o tronco;
  • E mantenha os ombros relaxados.
No caso dos locutores, vale o lembrete: trabalhar assentado diminui a capacidade pulmonar, além da postura errada que pode ocorrer. Por isso é essencial que o locutor esteja “nos eixos” para que a locução seja expressiva.
Mas quando se trata de postura corporal, algumas pessoas podem confundir com rigidez, o correto é estar alinhado e não estático. Os gestos nos ajudam nisso. Gesticular nos deixam menos tensos, relaxando a musculatura e consequentemente as pregas vocais trabalham com mais leveza.
Segundo estudo realizado por Albert Mehrabian, professor de Filosofia da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, 55% do impacto na comunicação vem dos gestos. Essa maneira de dialogar já faz parte do nosso dia a dia e para locução isso é ótimo, claro que com moderação.
O que o profissional que trabalha com a fala não deve fazer, segundo a Fonoaudióloga Diana Goulart conta em seu blog é:
  • “Cabeça elevada ou inclinada para um dos lados;
  • Tensão de face com boca travada;
  • Elevação ou contração de sobrancelhas;
  • Queixo projetado para a frente ou para o alto;
  • Pescoço tenso, com veias e músculos saltados;
  • Ombros erguidos, tensos, curvados para a frente;
  • Bloqueio da movimentação corporal, principalmente da cabeça e dos braços”.
  • Todos esses itens são desvios que podem atrapalhar a produção da voz e até ocasionar lesões de pregas vocais.
    Todo cuidado é pouco quando falamos de postura e não só para os profissionais da fala. Alguns vícios de postura podem prejudicar qualquer pessoa, como andar encurvado para frente ou para trás; andar ou sentar-se com a cabeça direcionada para frente; carregar peso em bolsas em apenas um dos ombros; ou até permanecer com sapato apertado ou uma roupa desconfortável. A postura corporal pode influenciar na locução, na voz e na vida de qualquer pessoa.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.